Humanus

O Humanus Medicina Diagnóstica foi idealizado por seus fundadores com o propósito de diferenciar-se como referência de inovação no atendimento e na qualidade de resultados. O laboratório se apresenta como a mais nova opção em Anatomia Patológica e Citopatologia de Niterói e região metropolitana.

Exames

ANATOMIA PATOLÓGICA (BIÓPSIAS E PEÇAS CIRÚRGICAS)

A anatomia patológica é um ramo da patologia que lida com o estudo de peças cirúrgicas e biópsias (pequenos fragmentos de órgãos do nosso corpo) para diagnosticar processos patológicos ou doenças que não tenham sido diagnosticadas por outros métodos. Sua importância pode ser relatada pelo fato de definir diagnósticos entre doenças benignas e malignas (tumores benignos, malignos e alterações inflamatórias), e em muitos casos direcionando o tipo de tratamento a ser instituído para o paciente. Por vezes, dado as peculiaridades do caso em estudo são necessárias novas etapas técnicas, (colorações especiais, novas lâminas ou novas abordagens), a fim de que se possa firmar ou afastar hipóteses. O material analisado pode ser submetido a vários exames adicionais, tais como: imuno-histoquímica, hibridização “in situ”, entre outros.

O Laboratório mantém em arquivo o material já laudado (blocos e lâminas), disponibilizando para o paciente, a qualquer tempo.

CITOPATOLOGIA CÉRVICO-VAGINAL (BASE LÍQUIDA)

A citologia em Base Líquida é o aprimoramento do exame de Papanicolaou e tem como princípio transferir todo material celular coletado para um meio líquido, que preserva as estruturas morfológicas e moleculares, como as proteínas e os ácidos nucleicos. A técnica de coleta e os instrumentais são semelhantes ao utilizado no exame convencional, o que muda é o preparo deste material. As células são colocadas dentro de um frasco com líquido preservante, e então encaminhadas ao laboratório, onde será submetido a processos técnico-laboratoriais que visam remover hemácias, debris, muco e infiltrado inflamatório. Com isso, o espécime na lâmina se apresenta bastante fino e uniforme, quase em monocamada e com distribuição celular homogênea.

Nos Estados Unidos, cerca de 80% dos exames preventivos são realizados pela metodologia em Base Líquida, enquanto que a saúde pública do Reino Unido aboliu a citologia convencional e migrou para a Base Líquida.

ScreenShot002

É uma importante alternativa para o ganho de sensibilidade do exame de Papanicolaou e apresenta as seguintes vantagens:

• Ganho de sensibilidade: menor perda de material coletado e melhor distribuição das células;

• Citologia em monocamada e com fundo mais limpo;

• Redução de falsos negativos e de casos insatisfatórios;

• Maior sensibilidade de Lesões de Baixo e Alto Grau;

• Custo-benefício e capacidade de realizar exames adicionais, aproveitando a mesma amostra para o exame de prevenção (exames de biologia molecular para HPV e outras doenças sexualmente transmissíveis).

O laudo tem caráter presuntivo necessitando correlação clínica/colposcópica e ou estudo histopatológico se pertinente.

O Laboratório conserva em arquivo permanente o material já laudado (lâminas), disponibilizando para o paciente, a qualquer tempo, além do material remanescente por até 45 dias (para a necessidade de novos procedimentos).

Procure os nossos parceiros institucionais:

• Clínica Medsul Center – Copacabana

• Clínica Médica Pendotiba – Niterói

• Consultório Dr. João Augusto de Carvalho Sampaio – São Gonçalo

CITOPATOLOGIA CÉRVICO-VAGINAL (CONVENCIONAL)

Também chamado de Exame de Papanicolaou, Citologia oncótica, Exame preventivo de câncer ou simplesmente Preventivo, compreende a análise das células esfoliadas do colo uterino e/ou paredes vaginais, proporcionando informes valiosos à saúde da mulher.

Exige técnica adequada de colheita, com fixação imediata e estreita correlação com dados clínicos. O material é depositado e fixado em uma lâmina de vidro e submetido a processamento técnico, onde se inclui a coloração de Papanicolaou.

Possui desvantagens em relação à citologia em Base Líquida, porém ainda é amplamente utilizada pelos médicos e pacientes.

O laudo tem caráter presuntivo necessitando correlação clínica/colposcópica e ou estudo histopatológico se pertinente.

O Laboratório conserva em arquivo permanente o material já laudado (lâminas) e a disponibiliza para o paciente, a qualquer tempo.

CITOPATOLOGIA ONCÓTICA GERAL (LÍQUIDOS E SECREÇÕES)

Também chamado de citologia especial ou exame de líquidos. Compreende a análise das células presentes nos fluidos e secreções orgânicas, como urina, escarro, líquido pleural, líquido ascítico, lavado broncoalveolar, líquor entre outros, proporcionando informes valiosos para confirmar ou afastar o diagnóstico de determinadas doenças.

O laudo tem caráter presuntivo necessitando correlação clínica, dados de imagem e ou estudo histopatológico se pertinente.

O Laboratório conserva em arquivo permanente o material já laudado (lâminas) e a disponibiliza para o paciente, a qualquer tempo.

CONGELAÇÃO

Também chamado de exame de congelação ou exame per-operatório. O exame é realizado durante o ato cirúrgico, onde o cirurgião retira um pequeno fragmento de tecido que deverá ser analisado e diagnosticado pelo patologista em poucos minutos. Pode ser utilizado para determinar a natureza de uma lesão – tumor benigno, maligno ou processo inflamatório, ou para definir se a margem cirúrgica está livre da lesão.

É necessário agendamento prévio para a realização desse exame pelos nossos patologistas. Atendemos a todos os Hospitais e médicos interessados em firmar parceria.

IMUNO-HISTOQUÍMICA

O exame imuno-histoquímico tornou-se um adjuvante indispensável à prática da patologia moderna, complementando o exame histopatológico convencional.

É um exame de caráter molecular, que detecta características das células ou tecidos, utilizando anticorpos específicos. O mecanismo básico é o reconhecimento do antígeno por um anticorpo (Ac primário) associado a diversos tipos de processos de visualização.

Compreende diversas etapas técnicas especiais. Por vezes a complexidade do caso, impõe que novos anticorpos sejam utilizados (painel ampliado). Dado a estas peculiaridades o prazo para o laudo final pode ser estendido.

Pode ser realizado em material de biópsias, peças cirúrgicas ou preparados citológicos.

PUNÇÃO ASPIRATIVA POR AGULHA FINA (PAAF)

A PAAF é uma técnica minimamente invasiva de obtenção de células de órgãos e tecidos, podendo acessar diretamente órgãos superficiais (como linfonodos, tireóide e mama) ou órgãos e estruturas profundas (como pulmões, fígado e rins), auxiliada então por ultrassom ou tomografia.

É um método rápido, de boa resolução e pouco doloroso, que permite diagnosticar nódulos e direcionar a conduta de tratamento, evitando em alguns casos intervenções cirúrgicas invasivas.

Também é utilizado a Base Líquida para a coleta da PAAF, resultando em diminuição dos casos insatisfatórios, além de permitir nessa amostra, a realização do exame de Cell-Block (técnica desenvolvida pelo Humanus Medicina Diagnóstica).

Procure os nossos parceiros institucionais:

• Clínica UltraPop – Niterói

• Clínica Dr. Perlingeiro – Niterói e São Gonçalo